"Na Internet, ninguém sabe que você é um cão", o cartoon mais caro alguma vez vendido

 
"Na Internet, ninguém sabe que você é um cão", o cartoon mais caro alguma vez vendido
"Na Internet, ninguém sabe que você é um cão". Cartoon de Peter Steiner. Digitalizado diretamente do original recentemente leiloado. Fonte: Cartoonstock

Mesmo que seja mais novo e não saiba muito bem do que se trata, esta frase deve lembrar-lhe alguma coisa, porque pertence a um desenho animado feito há três décadas e que já ocupa um lugar de destaque na história da Internet.

Para nós, que não somos tão jovens na rede, é um cartoon de referência e uma citação obrigatória da era pós-meme que acabou por se tornar num ditto.

Bob Mankoff explica-o da seguinte forma no Cartoonstock:

o dia 5 de julho de 1993 foi uma época mais simples. O Facebook, o Google, o iPhone e o termo "redes sociais" ainda não tinham sido inventados. A "World Wide Web", também conhecida como "Internet", já existia, mas só era utilizada por técnicos que sabiam utilizar um modem de ligação telefónica.

O cartoonista Peter Steiner não estava entre eles. E, no entanto, na edição daquela semana da The New Yorker, ele conseguiu de alguma forma destilar uma verdade essencial do que, para o bem ou para o mal, ou talvez para ambos, a Internet foi, é e sempre será.

À medida que a Internet crescia, crescia também a popularidade do cartoon. No seu décimo aniversário, já era um dos cartoons mais reimpressos na história da revista The New Yorker.

Com o trigésimo aniversário do cartoon no espelho retrovisor, a sua relevância continua a crescer e transcende a categoria de "cartoon da New Yorker". É, sem dúvida, um dos cartoons mais famosos da história.

O cartoon mais caro da história

E, como convém a esse estatuto, o original deste cartoon icónico é agora um dos cartoons mais valiosos da história, tendo sido vendido em leilão a 6 de outubro por uns impressionantes 175.000 dólares, o preço mais elevado alguma vez registado para uma única piada de cartoon.

Cópia de edição limitada assinada por Peter Steiner

Para assinalar o 30.º aniversário da banda desenhada, a CartoonStock lançou uma edição exclusiva assinada e numerada deste desenho clássico, digitalizado em alta resolução diretamente a partir do original vendido em leilão. Uma edição limitada de 100 peças cuidadosamente reproduzidas no seu tamanho original 9×12 em papel de arquivo 100% algodão sem ácido. Cada peça é assinada e numerada à mão pelo próprio Peter Steiner e inclui uma carta de autenticidade de Bob Mankoff. É a reprodução de maior qualidade disponível e a melhor versão da banda desenhada que pode comprar, juntamente com o original de 175.000 dólares.

Impresso em papel Moab Rag Natural, feito de 100% de fibra de algodão, oferece um excelente manuseamento da tinta e um toque tradicional. Também renuncia a todos os branqueadores ópticos para obter um brilho e uma brancura naturais. Além disso, as folhas de 22,5 mm de espessura são isentas de ácido e lenhina, resistentes à água e tamponadas com carbonato de cálcio para garantir uma verdadeira longevidade de arquivo.

Pode deitar as mãos a uma destas 100 impressões exclusivas por 500 euros, mas terá de descobrir como encomendá-la e recebê-la, uma vez que só está disponível nos EUA.


Suscríbete por email para recibir las viñetas y los artículos completos y sin publicidad

Artículos relacionados

Este blog se aloja en LucusHost

LucusHost, el mejor hosting