Dicionário do psicopata

 
Dicionário do psicopata

Dicionário do psicopata. Cartoon de 29/10/2023 em CTXT

Conflito = ocupação

População civil = terroristas e anti-semitas

Operação militar = crimes de guerra

Incursão terrestre = invasão

Direito de defesa = genocídio

Acabou. Israel já lançou uma "segunda fase" que, segundo disse, será "longa e difícil" e ordena aos palestinianos que vão sabe-se lá para onde, sem parar de os bombardear.

O exército entrou em Gaza para continuar o massacre no terreno, mas não sem antes levar a cabo o mais pesado bombardeamento da zona desde 7 de outubro, matando sem cerimónia milhares de civis e deixando a faixa cortada de comunicações, sem telefone nem internet.

Diz-se que Israel já matou pelo menos 10.000 pessoas, um número difícil de calcular e que se esgota rapidamente porque não pára de aumentar, enquanto meio mundo continua a discutir com psicopatas que encorajam, justificam e aplaudem o genocídio, desumanizando vários milhões de pessoas.

O gabinete dos Direitos do Homem da ONU denuncia os crimes de guerra em Gaza e exige que Israel "ponha fim" ao "castigo coletivo", mas claro que, por enquanto, não passa disso mesmo. Tal como quando, em 2014, apelou à"contenção".

Cerca de 29 repórteres foram mortos nas últimas três semanas e muitos outros foram impedidos de fazer o seu trabalho devido ao caos geral e à devastação, porque se há uma coisa em que a máquina estatal israelita é especialista é em fechar a imprensa para que possa fazer o seu trabalho e "operar" sem testemunhas.

Pelo menos uma vintena de jornalistas palestinianos foram mortos sob os bombardeamentos do exército israelita e cerca de 50 meios de comunicação social terão sido destruídos ou danificados.

Saiba mais:

Julgamento de crimes de guerra

Não há tempo para certezas

Dicionário do psicopata

Informação: Não os deixe matar o jornalismo


Suscríbete por email para recibir las viñetas y los artículos completos y sin publicidad

Artículos relacionados

Este blog se aloja en LucusHost

LucusHost, el mejor hosting