Gaturro, o personagem mais batido do Paseo de la Historieta

 
 
Gaturro, o personagem mais batido do Paseo de la Historieta
Gaturro sem mão em Maio de 2021/ Google Maps. Outras imagens em Quatrosquadrado. Y foi assim já em Março de 2022

A figura de Gaturro no Paseo de la Historieta na Argentina tem sido vandalizada ao longo dos anos, desfigurada para além do reconhecimento.

Gaturro sempre foi considerado um“contrabandista” de Garfield, ou seja, uma edição não autorizada ou “pirata”, bem como uma má cópia do famoso gato de Jim Davis.

O criador de Gaturro é o Argentino Cristian Gustavo Dzwonikmais conhecido como Nik. Pode dizer-se que na Argentina, e em grande parte do resto do mundo, a sua assinatura já está associada ao plágio como sinónimo de plágio Aqui y aqui você pode descobrir porquê.

Como um detalhe significativo, mesmo Quinoque foi um dos autores mais discretos e reservados disse em 2004 a uma entrevista à Página 12 que “Nik veio para criar mal-estar pela primeira vez entre os cartoonistas argentinos. Ninguém o suporta”

outra história há um relato anterior, do qual não há registo a não ser alguma alusão a pessoas que disseram tê-lo testemunhado, que diz que numa reunião em meados dos anos 90 entre os dois cartunistas, o criador de Mafalda disse a Nik:“Não tens vergonha, miúdo”.

Esta semana, Nik, que já se tinha queixado dos maus tratos infligidos à figura em 2021tornou-se mais uma vez o centro da fúria depois de apontar o seu mau estado, assegurando que não se trata de vandalismo “casual” e sugerindo que se trata de um ataque político por procuração.

Praticamente todos os números sofreram vandalismo em maior ou menor grau, chegando alguns mesmo a ser arrancado. Muitos outros foram removidos ou restaurados e foram deformados ou deformados novamente. A de El Eternauta foi destruída várias vezes e finalmente nunca foi substituída, por isso a de Gaturro não ia ser menos

A interpretação de Nik sobre a vandalização do personagem, deixando-o irrecuperável e eventualmente reformado, é que estes são ataques de ódio devido às suas opiniões políticas, e até o eterno brincalhão do anti-semitismo aparece.

Esta narrativa enganadora de vitimização por razões políticas soa demasiado falsa e comparar o boneco Gaturro ao Perón soa como uma piada de mau gosto.

Gaturro, o personagem mais batido do Paseo de la Historieta

Sem ignorar o facto de que a fricção as posições políticas são mais do que óbvias, as respostas que mais abundam são as que gozam com o autor, referindo-se à sua história de plágio e à rejeição da comunidade artística.

“Há 2 tipos de pessoas que respondem a este tweet, jovens dizendo a Nik que a culpa é dele por ser um ladrão e gozar com ele e mais de 30 anos culpando os K’s. O plágio fez todos perderem o respeito por si Nik” @Vareless

“Não é por causa das suas ideias políticas. Nem mesmo os próprios cartoonistas o respeitam Nik, a poucos metros de distância está a estátua de Mafalda, intacta. Pode vender o seu lixo a crianças de 8 anos, o resto não quer ver a sua vida dedicada ao plágio na rua, até roubou ideias da The Economist” @elpoio233

“Sinceramente, você merece, desculpe-me. Você é uma pessoa muito narcisista que plagia outros artistas na Argentina e no mundo, aumentou uma cultura cómica medíocre e vazia, acho que é perfeito que eles o apaguem. Má influência! @Samyerdin

“A intervenção do Garfield foi muito boa” @pablitokemero

“Se você não tivesse roubado de tantos cartunistas, aquela estátua seria impecável” @yopino2970831

“Vamos concordar que colocá-lo no mesmo nível que Quino, Fontanarrosa, Dante Quinterno ou Garcia Ferré foi totalmente injusto, quase um insulto, para todos eles” @Bialet_masse

“Depois de ter feito uma carreira para si próprio ao tirar material de outros cartoonistas, parece-me que a sua estátua tem o que merece” @Yugosback

O Passeio de Banda Desenhada

Inaugurado em 2012, este é um circuito de rua localizado entre os bairros de San Telmo, Montserrat e Puerto Madero e presta homenagem às personagens das bandas desenhadas argentinas e ao humor gráfico através de murais e figuras em fibra de vidro das personagens emblemáticas dos diferentes cartoonistas argentinos.

Em a página do Turismo Buenos Aires pode encontrar o mapa com os locais e mais detalhes e imagens. Esta é a excursão.

  1. O passeio começa na Defensa e no Chile com Mafalda, Susanita e Manolito (a rapariga mundialmente famosa e suas amigas, criada por Quino).
  2. Continua ao longo do Chile até Balcarce com Isidoro Cañones (o protótipo do playboy argentino, a obra de Dante Quinterno).
  3. Em Balcarce e no México encontramos Larguirucho e Super Hijitus (personagens de Manuel García Ferré).
  4. Mais à frente, seguindo Balcarce em direcção à Avenida Belgrano está Matías (o rapaz inquisitivo de Sendra).
  5. Ainda seguindo ao longo de Balcarce está Don Fulgencio ( “El hombre que no tuvo infancia”, uma obra de Lino Palacio).
  6. E sentado à espera de aplaudir está Clemente (o personagem não classificável sem mãos, um fã de futebol, criado pela Caloi).
  7. Finalmente, chegando à esquina das avenidas Balcarce e Belgrano, encontramos as Chicas de Divito ( que marcaram várias gerações de argentinos).
  8. Na Avenida Belgrano e Avenida Paseo Colón fica Patoruzú (o cacique Tehuelche criado por Quinterno).
  9. Na Avenida Belgrano, entre Paseo Colon Avenue e Azopardo Avenue, estão Patoruzito e Isidorito(também por Dante Quinterno)
  10. Continuando ao longo da Avenida Belgrano, também encontramos Gaturro (a famosa mascote de Nik).
  11. Finalmente chegamos a Puerto Madero e encontramos o bem conhecido Don Nicola (de Hector Torino).
  12. Em Juana Manso, a 100 metros de distância, encontramos Negrazón e Chaveta ( de A. Cognigni).
  13. Seguindo a rota ao longo da Avenida Marta Lynch, encontramos Diógenes e Linyera (por Tabaré).
  14. Ainda ao longo da Avenida Lynch, encontramos Langostino e Corina (por Eduardo Ferro).
  15. Inodoro Pereyra e o seu inseparável cão Mendieta (criação de Roberto Fontanarrosa) são uma obrigação nesta rota.
  16. No final do passeio até chegarmos ao Museu de Humor na Av. de los Italianos encontramos La Jirafa ( criação de Mordillo).

Há alguns outros que não aparecem na lista porque já não estão lá, como o de El Eternauta que foi destruído, mas você pode vê-lo neste vídeo a partir de 2017.


Suscríbete por email para recibir las viñetas y los artículos completos y sin publicidad
Artículos relacionados